Governo amplia isenção do Imposto de Renda em dois salários mínimos

Joédson Alves/Agência Brasil

O governo federal anunciou na noite desta terça-feira (6) um novo aumento na faixa de isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), elevando-a para dois salários mínimos. Este é o segundo incremento na isenção desde o início do atual mandato.

Após permanecer congelado em R$ 1.903,98 desde 2015, o teto de isenção subiu para R$ 2.640,00 em maio de 2023 e agora alcança R$ 2.824,00. O Ministério da Fazenda destacou que a falta de atualização da tabela ao longo de tantos anos resultou em uma crescente carga tributária sobre os contribuintes, afetando diretamente o poder de compra das famílias.

Segundo informações da pasta, os contribuintes com rendimentos de até R$ 2.824,00 mensais serão beneficiados com a isenção, uma vez que, desse montante, subtrai-se o desconto simplificado de R$ 564,80, resultando em uma base de cálculo mensal de R$ 2.259,20, exatamente o limite máximo da faixa de alíquota zero da nova tabela.

A alteração, implementada por meio da Medida Provisória nº 1.206/24, foi encaminhada ao Congresso Nacional nesta terça-feira. Embora já esteja em vigor, a MP precisa ser ratificada pelo Congresso em até 120 dias, conforme estipulado pela legislação vigente.

Da Redação